Índice
 Caracterização
História
Postas&Pescada
Gastronomia
Cantinho do leitor
 Notícias

 Subscreva a newsletter 
 Acesso ao alvegamail 
 info@alvega.info  
   
     
   Postas&Pescada
  Cem, o número mágico

Cem. Digo cem como poderia dizer cinquenta, mas cem é número mais redondo e no nosso sistema métrico seria mais fácil a divisão. Cem é portanto o número que considero suficiente de deputados para o nosso parlamento.

Pegando nos números das últimas eleições daria cerca de cinquenta e um deputados para o PS, vinte e nove para o PSD, sete para a CDU, sete para o CDS e seis para o BE. E temos a distribuição de deputados pelos partidos mais votados.

Podem perguntar: “Então e como seria feita a distribuição de deputados por distritos? Como saberia qual o representante da nossa região. E eu respondo: o que interessa isso? Algum deputado alinha fora da lógica partidária (certo... está bem... houve aqui há uns tempos alguém que defendeu o seu queijo...)? Algum deputado defende realmente os interesses do seu circulo eleitoral? Ou: alguém alguma vez votou em algum deputado? Alguém sabe qual é o “seu” deputado?

A verdade é que no nosso sistema eleitoral votamos em partidos e, como tal os peões, os “ocupadores de cadeiras” não são importantes nem essenciais ao funcionamento do nosso sistema democrático. E isto não sou eu que digo, é o dia-a-dia do nosso parlamento com a sua lógica partidária e a obediência cega e passiva aos dirigentes dos partidos. E são os próprios deputados que o confirmam, achando que não são importantes, portando-se de forma infantil e perfeitamente irresponsável, assinando o livro de ponto e pondo-se rapidamente ao fresco, aproveitando o bom tempo e o fim-de-semana prologado.

Sinceramente, continuo a achar cem um número enorme para o verdadeiro valor da nossa Assembleia. E acho até a própria Assembleia mal aproveitada, devendo antes ser transformada num museu, da democracia ou do parlamentarismo português.

Quanto às decisões é simples: videoconferência via internet a partir das sedes partidárias. A página da internet da assembleia serviria para consulta dos projectos-lei a serem votados, e cada partido usaria a sua percentagem de votos para os aprovar ou não.

Discussões no Parlamento? Através do messenger. Seria mais económico e muito mais divertido “meter” uns smiles e outros bonecos engraçados enquanto erámos poupados a longos e fastidiosos discursos, e outras promessas a cumprir um dia destes. E muito mais ao estilo do choque tecnologico.

majoralvega  —  2006-04-13 Topo da página
Aqui não se passa nada

Todos os artigos de Postas&Pescada
Imprimir artigo
Recomendar artigo

 

A seccão Postas&Pescada é um espaço aberto á participação de todos e não representa necessariamente a opinião dos autores do alvega.info, sendo a responsabilidade dos textos aqui publicados unicamente dos respectivos autores.

Se quiser participar e partilhar a sua opinião com os leitores do alvega.info, poderá enviar os seus textos para o endereço de e-mail: postas@alvega.info.

Os autores do alvega.info reservam-se o direito de não publicar na íntegra os textos enviados.

 Comentar artigo  

Não existem comentários a este artigo

 
 
Contactos úteis  
Imagens da região  
Roteiro turístico 
Dossiers da Região 
Curiosidades 
Meteorologia 

O TEMPO
Estado do tempo na região de Alvega
20°
Muito nublado
 

© 2002, 2017 - alvega.info

O projecto alvega.info

Access denied for user 'abrantes'@'%' to database 'alvega'