Índice
 Caracterização
História
Postas&Pescada
Gastronomia
Cantinho do leitor
 Notícias

 Subscreva a newsletter 
 Acesso ao alvegamail 
 info@alvega.info  
   
     
    Dossiers

A árvore de Natal

Existem várias versões para a origem do costume da árvore de Natal.

A história mais comum remonta à primeira metade do século 8, na Alemanha. Nessa época, o monge britânico São Bonifácio pregava um sermão sobre o Natal em uma tribo alemã. Para tentar acabar com a adoração que esse povo tinha pelo carvalho, cortou uma árvore dessa espécie. Na queda, os galhos destruíram tudo em volta, com excepção de um pequeno pinheiro. O monge aproveitou o facto e afirmou que havia acontecido um milagre, pois o pinheiro simbolizava a "árvore do Menino Jesus". Com o passar dos anos, além de manter a tradição da árvore, os alemães começaram a enfeitá-la com chocolates, rebuçados, maçãs e papéis colorido.

A colocação de luzes nas árvores é atribuída ao criador da reforma protestante, Martinho Lutero. Conta-se que ele passeava na floresta quando viu as luzes das estrelas atravessarem os galhos dos pinheiros. Quando chegou a casa, quis mostrar a cena aos filhos e iluminou uma árvore com velas.

No século 19, foi a vez da Inglaterra vitoriana conhecer a árvore de Natal. O príncipe Albert, marido da rainha Vitória, trouxe o enfeite para o Palácio Real. Filho de um nobre alemão, o príncipe cresceu ajudando a decorar pinheiros de Natal. Quando se casou, pediu à sua mulher que adoptasse o costume de seu país.

Na América as árvores desembarcaram em plena guerra revolucionária. Em 1804, os soldados de Fort Dearborn ( agora, Chicago) montaram os pinheiros no meio das barricadas. Em 1923, o símbolo conquistou o lugar de maior prestígio dos Estados Unidos, a Casa Branca.
O então presidente Calvin Coolidge estabeleceu uma cerimonia para acender as luzes da árvore de Natal nacional. A data, actualmente, faz parte da comemoração norte-americana da festa natalícia.

Roteiro Gastronómico de Portugal e João Mourato Topo da página


>
Outros sabores para a consoada
A tradicional consoada de Natal, para além do fiel amigo bacalhau, pode ter muitos outros sabores. Conheça no Roteiro Gastronómico de Portugal tudo o que pode colocar na mesa na noite de Natal



>
Em Alvega
Em Alvega a tradição de Natal está presente como em todo o país, no entanto após a consoada com a família é tradição local passar o resto da noite em convívio com os amigos, um pouco como no resto ano. Com a comunidade alveguense espalhada por todo o país esta é mais um oportunidade de reencontrar amigos, colocar a conversa em dia e recordar aquelas histórias passadas em conjunto.

 
Outros dossiers
Imprimir artigo
Enviar a um amigo
 
Contactos úteis  
Imagens da região  
Roteiro turístico 
Curiosidades 
Meteorologia 
 

© 2002, - alvega.info

O projecto alvega.info

visitas desde Julho 2002

powered by projectografico.comprojectografico.com
Topo da página